Betim Rural 2018 | Imagem Prefeitura de Betim

Superintendente Municipal de Eventos falou ao Agenda Betim sobre os motivos para o fim do Betim Rural, Feira da Paz e o que esperar do entretenimento na cidade no próximo ano.

Em 2018, diversas ações foram tomadas para criar um ambiente atrativo para eventos em Betim. Como resultado, houve um aumento significativo de eventos culturais e esportivos em todas as regionais.

Uma das explicações no boom dos eventos pela cidade foi a criação, em 2017, da Superintendência de Eventos, sendo responsável por planejar, organizar e executar eventos oficiais da Prefeitura de Betim, viabilizar apoio estrutural nos eventos fomentados na cidade, orientar e realizar estratégicas para o plano de divulgação. Foram mais de 3200 eventos desde a criação da Superintendência.

As divisões que compõem a superintendência são: Mobilização, Juventude e Divisão da Comissão de Monitoramento da Violência em Eventos Esportivos e Culturais (COMOVEEC), esta última, responsável por receber as demandas e solicitações de alvarás para eventos temporários em Betim.

Publicidade

VEJA MAIS: Tenha os eventos na cidade na palma da mão com o Aplicativo Agenda Betim

Conversamos com o Superintendente Municipal de Eventos, Jaime Thalles para fazer um balanço do ano de 2018 e o que esperar das políticas públicas para atração de mais eventos culturais no próximo ano em Betim.

Superintendente de Eventos, Jaime Thalles, no lançamento do Plano Integrado de Eventos, Entretenimento e Juventude em junho (Imagem Anselmo UBL/Prefeitura de Betim)

Neste ano tivemos o desmembramento do Betim Rural em outros eventos de menor duração, como os shows do Eduardo Costa e Marília Mendonça. Como foi a avaliação desses eventos? É esperado que este formato continue para 2019?

Veja bem, com base na experiência adquirida em 2017 após a criação da Superintendência de Eventos e consequentemente o retorno dos tradicionais eventos da cidade, Betim Rural e Feira da Paz, nos reunimos após os eventos e fizemos uma análise detalhada dos pontos positivos e negativos, e concluímos um redirecionamento da política para eventos deste porte, e fragmentando o Betim Rural em diversos eventos do gênero realizados em parcerias com a iniciativa privada, sendo no formato de um ou dois dias e com um publico menor, uma vez que não se justificava a nomenclatura “Betim Rural” já que a vocação da cidade sofreu grandes mudanças nos últimos 25 anos passando de Rural para urbana e como o evento não reunia mais o formato com Rodeios, exposições e outros eventos do gênero, não se justificava manter uma mega estrutura durante 4, 5 dias sobrecarregando as instituições bem como todo aparato publico e de segurança, sem contar que economicamente se inviabiliza na busca por parceiros que queiram investir na cidade dentro da área de entretenimento.

Abrimos o ano com o show do Eduardo Costa em parceria com a Prime e a Rádio Liberdade. Em Setembro realizamos a Festa da Primavera com Marília Mendonça, Raça Negra, Diego e Arnaldo, artistas de ponta que arrebataram um grande publico com conforto e segurança e sem nenhuma ocorrência registrada, bem como sem nenhum centavos da prefeitura, demonstrando que este formato feito com as empresas parceiras (Prime e João Wellington) no Partage Shopping Betim, funcionou perfeitamente.
E pela avaliação feita através da Comoveec e todos os órgãos que a compõe, o formato deverá continuar em 2019.

VEJA MAIS: Plano Integrado de Eventos foi lançado em junho

Betim carece de espaços para grandes eventos, como shows e até mesmo para grandes congressos. O que tem sido feito para contornar o problema?

Estamos passando pela maior crise financeira da historia da cidade, o que de certa forma afeta ainda mais a área de eventos e entretenimento, trabalhamos com um orçamento enxuto e priorizando as parcerias com empresas, produtores e instituições, desburocratizando e sendo facilitadores para quem deseja empreender em nossa cidade neste segmento, estamos abertos a toda cadeia do entretenimento e juntamente com demais órgãos da administração estudamos todas propostas de investimento neste sentido.

Temos estudados alguns locais e de forma sensata e factível apresentaremos em momento oportuno na esperança de que empresários do ramo possam ser atraídos e fazerem os investimentos necessários, mas por enquanto os formatos e locais onde foram realizados os grandes eventos nos últimos dois anos foram satisfatório e conseguiram cumprir com grande êxodo as expectativas do publico que participou, sendo suficiente para acomodação e segurança dos expectadores.

Inicialmente, a Feira da Paz seria mantida e o governo municipal estava à procura de parceiros para realizar o evento em outubro. Não houve interessados?

Dentro do nosso Plano anual de eventos e entretenimentos, devolvemos a responsabilidade de realização da feira da Paz para Apromiv (Detentora da marca) bem como dos direitos de realização da festa. A crise econômica que o país atravessa é um dos grandes gargalos na busca por parceiros para eventos deste porte.

Em dezembro, Betim completa 80 anos de emancipação, o que está sendo preparado para as comemorações?

Desde que chegamos a Superintendência, algumas datas organizamos o “Agenda integrada” unindo eventos oficiais, de instituições, empresas e produtores independentes bem como da Funarbe, como fizemos no mês da mulher e durante o Outubro Rosa.

Haverá diversas atrações e eventos comemorativos aos 80 anos da cidade que se seguirão durante 2019, a Funarbe está preparando uma belíssima programação, estamos apoiando institucionalmente o Show da Banda Fala Mansa que será realizado no Teuto pelos produtores Pardal e Jefinho da TJ Produções, bem como outros eventos menores em algumas regiões da cidade e para 2019, a cidade estará no roteiro de algumas turnês nacionais.

O mês de dezembro é mais complicado para realizar atrações de grande porte em espaços públicos devido o período chuvoso e a infinidade de atividades e eventos como formaturas e confraternizações, por isso resolvemos adiar algumas atrações para 2019.

VEJA MAIS: Baixe a Cartilha Digital da COMOVEEC

Por fim, o que esperar para o próximo ano na área de eventos em nossa cidade?

Estamos cada dia aprimorando ainda mais a política municipal de eventos, entretenimento e juventude, focados principalmente na realização de eventos que cumpram com as normas estabelecidas através da Comoveec, garantindo ao publico conforto e segurança e manteremos nossa missão com estes proposito definidos em conjunto com toda cadeia envolvida durante seminário realizado em Julho deste ano.

Nosso planejamento para 2019, visa a readequação e normatização da Comoveec para obtenção de alvarás provisórios para realização de eventos e entretenimentos na cidade.

VEJA MAIS: Saiba como obter alvará para evento temporário em Betim

Manter a queda no numero de ocorrências e da realização de eventos clandestinos na cidade, pois somente nos primeiros 18 meses houve a redução de 89% dos eventos clandestinos e mais de 90% de registro de ocorrências policiais durante os mais de 3200 eventos realizados desde Fevereiro de 2017 em toda cidade.

Na área de entretenimento teremos logo no inicio do ano durante o período de férias a instalação de um grande parque de diversões e logo após um Circo Internacional que deverão se instalar no estacionamento do Ginásio Divino Braga em parceria com a Secretaria de esportes.

Tudo isso que estamos realizando é possível graças a confiança do Prefeito Vittorio Medioli bem como o trabalho feito em equipe e a soma de esforços conjuntos com todo governo, com a instituições, com a Policia Militar, Guarda Municipal e principalmente a população que é nosso combustível para continuarmos levando Cultura, lazer, entretenimento e alegria com conforto e segurança para todos.

Betim Rural 2017 (Imagem Prefeitura de Betim)

Continue navegando

Superintendente Municipal fala sobre Betim Rural, Feira da Paz e outros eventos
4.9 (97.78%) 9 vote[s]

Publicidade