Praça Milton Campos Betim, MG (Imagem Agenda Betim)

Com a realização de um passeio ciclístico no dia 17 de fevereiro, o Hospital Público Regional de Betim (HPRB) promoverá a campanha “Pedalar e Doar é Só Começar”, de estímulo à doação de sangue e à prática esportiva. A intenção é sensibilizar a população a fazer doações durante todo o ano, tornando esse um hábito rotineiro.

O passeio ciclístico sairá da Praça Milton Campos, às 9h, percorrerá algumas avenidas da região central, dentre essas as avenidas Governador Valadares e Amazonas, até chegar à sede da Fundação Hemominas, no bairro Jardim Brasília, atrás do HPRB. A participação é gratuita, bastando o interessado comparecer com sua bicicleta. 
  
Ao longo do percurso de 10 quilômetros, o público será abordado em três pontos, onde as equipes do Hemominas e do HPRB farão a entrega de material informativo sobre a importância da doação de sangue, quem pode doar e o que é necessário fazer para a doar.

VEJA MAIS: Hemominas completa 3 décadas de serviço

Publicidade

As abordagens serão feitas na Praça do Encontro, próximo ao Clube do Sesi e no Monte Carmo Shopping. As pessoas serão convidadas a agendar, no Hemominas, a sua doação nos dias 18, 19 e 20 de fevereiro. O voluntário deverá ligar para o número 155 e digitar a opção 1. “O objetivo é conseguirmos sensibilizar doadores de sangue potenciais e mobilizá-los para a doação efetiva”, informa a diretora do HPRB, Patrícia Evangelista. 
  
A pedalada, as blitze e o esforço de mobilizar doadores para esses dias marcarão o início de várias ações que serão realizadas pela equipe do hospital, em parceria com várias instituições e apoiadores, entre os quais a Fundação Hemominas; Serviço Social da Indústria (Sesi); empresários de Betim; grupos de ciclistas de Belo Horizonte e da Região Metropolitana engajados com a causa; e o projeto social Sonhart – que atua no município ofertando atividades nas áreas da cultura e do esporte para crianças e adultos.

“Iniciativas como essa geram um resultado muito positivo para a Hemominas. Há sempre um aumento expressivo no número de doações, por isso, a importância de um calendário de atividades para o ano todo, pois, a demanda de sangue é permanente”, destaca Venício do Amaral Quirino, coordenador da Fundação Hemominas, unidade Betim. 
  
A campanha também pretende fortalecer   outras iniciativas como a campanha permanente “Pratique doar”, feita pelos grupos de ciclistas da Região Metropolitana de Belo Horizonte, em parceria com o “Partiu doar” − aplicativo criado para facilitar o contato entre doadores e receptores de sangue e de medula.

Quem pode doar?

  • pessoas entre 16 e 69 anos – se o candidato à doação de sangue tem entre 16 e 17 anos ou mais de 60 anos, é importante conhecer as normas e documentos necessários para doação de sangue; 
  • quem está em boas condições gerais de saúde; 
  • quem mantém um estilo de vida saudável e não se expõe a situações com risco acrescido para aquisição de doenças infecciosas e sexualmente transmissíveis. 
  • quem pesa acima de 50 kg;
  • mulheres, mesmo se menstruadas ou em uso de anticoncepcionais. 

Quem não pode doar

Há várias situações que impedem a doação de sangue  definitiva  ou  temporariamente: peso, algumas doenças, medicamentos, gravidez, uso de drogas injetáveis, situações de risco acrescido para doenças infecciosas e sexualmente transmissíveis, ingestão de bebidas alcoólicas etc. 
  
Não podem doar sangue pessoas que tiveram hepatite após os 11 anos de idade; tenham evidência clínica ou laboratorial de doe nças sexualmente transmissíveis ( como hepatite B e C ) , aids (vírus HIV), doenças ligadas ao vírus HTLV I e II. Doenças de Chagas, o uso de drogas ilícitas injetáveis e malária também são impedimentos definitivos para doar sangue. 
  

Em quanto tempo o organismo repõe o sangue doado? 

Nas 72 horas após a doação.

O que é feito com o sangue doado? 

Após a coleta, a bolsa de sangue é fracionada em componentes sanguíneos (concentrado de hemácias, de plaquetas e plasma). Esses componentes são liberados para uso somente após o resultado dos exames sorológicos. Uma única unidade doada pode beneficiar três pacientes. 
  

É possível doas quantas vezes? 

Para homens, o intervalo mínimo entre as doações é de 60 dias (com até quatro doações no período de 12 meses). Para mulheres, o intervalo mínimo é de 90 dias (com até três no período de 12 meses). 
  
Para mais informações, acesse:

http://www.hemominas.mg.gov.br/servicos/doar-sangue 
  

Campanha “Pedalar e Doar, é só começar!” 
Data:
 17 de fevereiro 
Horário: 9h 
Local: Praça Milton Campos, Centro, Betim. 
Importante: para participar, basta comparecer com a bicicleta.

Praça Milton Campos Betim, MG (Imagem Agenda Betim) 

Avalie este post/evento

Publicidade